Idosos vítimas do alcoolismo

por Tauama de Moraes
CRP 11 - 07100

É cada vez mais comum nos deparamos com idosos que buscam no álcool uma forma de solucionar o grande problema que a maioria dos que chegam na terceira idade enfrentam: A SOLIDÃO!

Outros, porém, passam a se tornar alcoólatras por não conseguirem, por exemplo, suportar as perdas familiares e os insucessos da vida social e profissional de toda uma vida.

O fato é que o alcoolismo não escolhe cor, raça e muito menos idade, e enquanto problema de saúde, pode tanto acometer pessoas mais jovens, assim como pessoas idosas.

O alcoolismo é uma doença que pode devastar e trazer sérias complicações para vida de qualquer um de nós, mas no idoso, as proporções podem ser ainda maiores.

Na postagem de hoje, iremos falar sobre idosos vítimas do alcoolismo, suas consequências e como deve ser feito o tratamento. Fique conosco!

Afinal, o que é o alcoolismo?

Ao contrário das drogas ilícitas, como cocaína, maconha, crack, entre tantas outras, o álcool nem sequer é considerado uma droga que causa dependência física e psicológica por grande parte da sociedade.

Sua venda é livre e faz parte da cultura mundial ligada ao lazer e à sociabilidade. Por conta disso, muitas pessoas esquecem que o uso constante, descontrolado e progressivo de bebidas alcoólicas pode comprometer seriamente o bom funcionamento do organismo, levando a consequências irreversíveis e muitas vezes dando ensejo ao alcoolismo.

O alcoolismo é considerado como doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS), é trata-se de uma dependência química crônica caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool, que no decorrer de seu uso, vai tornando o usuário progressivamente tolerante à intoxicação produzida pela droga e desenvolve sinais e sintomas de abstinência quando a mesma é retirada.

Alcoolismo na terceira idade   

É geralmente na terceira idade que muitas pessoas passam a conhecer os sintomas de angústia, depressão e muitas vezes sozinhos e abandonados pelos familiares, passam a consumir álcool de forma abusiva como uma maneira de suportar os fardos da vida.

O maior problema é quando esse consumo desenfreado de álcool se transforma em alcoolismo e na maioria dos casos, alguns sintomas são interpretados pelos próprios idosos ou por aqueles que os cercam, como sendo algo da própria idade ou envelhecimento.

Desta forma, o alcoolismo passa a acelerar o processo de degradação de seus organismos, o que lhes possibilita o desenvolvimento ou intensificação de quadros de hipertensão, diabetes, irritabilidade e confusão mental.

Além disso, o idoso acometido pelo alcoolismo pode apresentar deficiências nutricionais em razão do consumo de álcool, o que pode levá-lo a quadros neurológicos, demenciais e alterações para o risco de acidente vascular cerebral e infarto do miocárdio.

O que fazer para ajuda-los?

Somente a família biológica ou afetiva pode fazer alguma coisa por aqueles que além dos problemas ensejados pela terceira idade, também carregam o fardo do alcoolismo.

Um idoso jamais será capaz de se sobressair ao vício do álcool se não for amparado pelos mais próximos. Afinal, onde existe amor e carinho dos familiares e amigos, não existe lugar para o vício.

Caso contrário, será impossível garantir sua capacidade de permanecer sóbrio. Se você tiver o cuidado de acompanhar o idoso e dar-lhe aconchego, provavelmente ele não vai se envolver com o álcool.

Entretanto, sabemos que o seu desejo é oferecer o melhor para o seu ente querido, contudo, a correria e falta de tempo ocasionada pelo trabalho lhe impede de prestar uma boa assistência.

É nesse momento que surge a opção da busca por ajuda especializada, que além de garantir um tratamento eficaz contra o alcoolismo, também poderá suprir os demais problemas psicológicos que atrapalham a vida dos mesmos. 

Casa de Repouso X Clínica de Reabilitação

É na maioria das casas de repouso que trabalham com seriedade que as famílias encontram o refúgio e amparo para tratar as enfermidades surgidas devido à terceira idade.

Contudo, quando se fala em alcoolismo, somos remetidos a buscar um tratamento especializado para lidar com uma doença específica e não com um tratamento geriátrico generalista.

Em regra, é na clínica de reabilitação que se trata a dependência química, através das técnicas e tratamentos desempenhados por um corpo clinico multidisciplinar preparado para lidar com as patologias preexistentes dos pacientes e seus agravamentos em decorrência do uso desmedido do álcool.

Uma pessoa que sofre com o mal do alcoolismo, precisa ser internada em uma clínica de recuperação especializada e legalizada para conseguir se livrar desse mal. Sem essa ajuda, dificilmente será bem-sucedida a iniciativa. Isso porque a pessoa viciada não encontra dentro de si as forças necessárias para se tratar e curar.

Desta forma, quando estamos diante de um idoso dependente químico do álcool, a internação do mesmo em uma casa de repouso que não esteja preparada para lidar e tratar os sintomas da abstinência, pode ser o passaporte para o óbito do mesmo.

Como é feito o tratamento em pacientes da terceira idade?

O tratamento do consumo abusivo de álcool, difere de acordo com a faixa etária do indivíduo. Nos jovens, ele é, de forma geral, focado na dependência da bebida. No caso dos idosos, o tratamento, além de tudo, também busca identificar os fatores que estão levando ao alcoolismo.

Da mesma forma que as técnicas de tratamento devem ser específicas para o público idoso, o mesmo também vale para os medicamentos, pois, muitos deles não podem ser usados por pacientes com a faixa etária mais elevada, devido serem mais suscetíveis aos efeitos colaterais do que os jovens.

Destaca-se a importância de uma clínica contar com equipe multidisciplinar que conte com médicos generalistas e psiquiatras, psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais, nutricionistas, educadores físicos e terapeutas ocupacionais habilitados a tratar pacientes que se encontram na terceira idade.

Sem nos esquecermos também do importante papel da família que pode ajudar a equipe multidisciplinar, identificando mudanças comportamentais abruptas que possam ser indicativos de complicações ou possíveis recaídas, as quais muitas vezes podem ser evitadas.

Nós da CASA DESPERTAR podemos te ajudar a livrar o seu idoso do vício do álcool e muitas vezes o tratamento tem cobertura do plano de saúde do mesmo. Para consultar quais os planos de saúde parceiros, acesse: https://www.casadespertar.com.br/planos-de-saude/

Marque agora uma visita e conheça as nossas instalações e equipe técnica.

Não deixe de compartilhar esse conteúdo com quem você ama e seguir as nossas redes sociais: facebook.com/soudespertar e @soudespertar

Compartilhe esse post

Relacionados

Deixe seu cometário

4 respostas para “Idosos vítimas do alcoolismo”

  1. Avatar fernado disse:

    Muito bom seus artigos parabens pelos conteudo

  2. Avatar tratamento do alcoolismo disse:

    Muito obrigado pela dica, realmente tudo faz sentido para a recuperação para que tem esse problema com alcool.

  3. Avatar Tratamento para Alcoolismo disse:

    muito obrigadopela dica, realmente tudo faz sentido para a recuperação para quem tem esse problema com alcool.

  4. Avatar Tratamento para alcoolismo disse:

    Gostei muito de sua matera e gostaria de saber mais .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Avatar fernado disse:

    Muito bom seus artigos parabens pelos conteudo

  • Avatar tratamento do alcoolismo disse:

    Muito obrigado pela dica, realmente tudo faz sentido para a recuperação para que tem esse problema com alcool.

  • Avatar Tratamento para Alcoolismo disse:

    muito obrigadopela dica, realmente tudo faz sentido para a recuperação para quem tem esse problema com alcool.

  • Avatar Tratamento para alcoolismo disse:

    Gostei muito de sua matera e gostaria de saber mais .

  • Comece agora a mudança na sua vida

    entre em contato com nossa equipe
    WhatsApp chat