Como funciona o tratamento para dependência química

por Tauama de Moraes
CRP 11 - 07100

Uma das principais dúvidas de pessoas dependentes e de familiares é a respeito do tratamento para dependência química. Por isso, vamos falar disso hoje, incluindo os aspectos sobre o tratamento e as etapas.

Clínicas de reabilitação

As clínicas terapêuticas são uma das melhores opções para o tratamento da dependência química, pois, no nosso caso, cada indivíduo recebe o tratamento específico para ele, conforme vamos falar mais a frente.

Além de ter um tratamento humanizado, o ambiente é preparado para receber diferentes pessoas, em estágios diferentes do consumo de substâncias, com uma estrutura completa e uma equipe especializada e multidisciplinar. Para se ter uma ideia, aqui na Casa Despertar nós contamos com todos esses profissionais fazendo parte do tratamento de nossos pacientes:

  • Médicos;
  • Psiquiatras;
  • Psicólogos;
  • Assistentes sociais;
  • Terapeutas ocupacionais;
  • Educador físico;
  • Nutricionistas;
  • Conselheiros em dependência química e;
  • Monitores.

Tipos de tratamento

Como é de se esperar, cada caso é um caso. Afinal, não podemos tratar pessoas que iniciaram o consumo de substâncias químicas há um mês da mesma forma que tratamos pacientes que estão há anos consumindo.

O consumo de drogas causa alterações importantes no cérebro e no corpo do indivíduo, portanto, separamos o tratamento em três categorias: leve, moderado e grave.

Tratamento Leve

O tratamento leve é indicado para pessoas que são dependentes químicos, porém ainda não sofreram comprometimento em aspecto social, profissional e familiar.

No entanto, reconhecem a dependência e possuem motivação para mudança por isso, busca ou aceita o tratamento que a família oferece.

Tratamento moderado

O tratamento moderado é indicado para pessoas que sofrem uma interferência maior na vida social, profissional e familiar. Quando a pessoa já não consegue mais cumprir seus compromissos, relacionamentos, horários, crescimento acadêmico e profissional, deixando tudo para segundo plano, incluindo a saúde.

No entanto, ela tem percepção de que precisa mudar e busca ou aceita o tratamento.

Tratamento grave

O tratamento grave é indicado para pessoas que já representam um risco para si e para outras pessoas. Agora, o indivíduo já não tem discernimento sobre seus atos e sua saúde física e mental estão comprometidas por causa da dependência química.

As relações familiares, profissionais e sociais já estão instáveis e, além de não perceber, se recusa a receber ajuda, pois não vê a necessidade de tratamento.

Baseado na decisão de tratamento pelo dependente ou pela família, também é definido o tratamento, podendo ser:

Tratamento sem internação

Internação voluntaria

Internação involuntária

O que define qual o tipo de tratamento é justamente a situação em que o dependente se encontra, no entanto, depende da avaliação dos profissionais de saúde.

Veja aqui as diferenças entre os tipos de internação.

Passo a passo do tratamento leve

1. Avaliação psiquiátrica

A avaliação psiquiátrica é feita para analisar a situação mental do paciente, que é de extrema importância. Através disso, o profissional identifica variáveis para tornar o tratamento mais efetivo. Depois dessa conversa, o tratamento ideal é indicado.

2. Psicoterapia

Nessa fase, o profissional analisa a relação do adicto com as drogas, quais são os padrões comportamentais, o que influencia o vício e o autoconhecimento.

3. Aconselhamento

No aconselhamento, o adicto passa por um atendimento terapêutico empírico, para a resolução de problemas imediatos, como conflitos e dilemas relacionados ao consumo de drogas.

4. Testes toxicológicos

São feitos testes toxicológicos, com fluidos corporais(urina), para identificar o consumo recente de drogas.

Passo a passo do tratamento moderado e grave

Os tratamentos moderado e grave possuem o mesmo processo, no entanto, os profissionais trabalham as atividades de acordo com a situação e o avanço do paciente.

1. Acolhimento

Na primeira etapa, o paciente é acolhido e acontece uma conversa com o profissional. Essa conversa acontece para entender mais sobre as queixas e as relações sociais e familiares do indivíduo.

2. Avaliação clínica completa

Logo depois da conversa com o paciente, é feito uma avaliação clínica completa para saber como está a sua saúde, com a anamnese, exames físicos e laboratoriais para oferecer segurança e suporte.

3. Avaliação psiquiátrica

A avaliação psiquiátrica é feita para analisar a situação mental do paciente que é de extrema importância. Através disso, o profissional identifica variáveis para tornar o tratamento mais efetivo. Depois dessa conversa, o tratamento ideal é indicado.

4. Elaboração do plano terapêutico singular (PTS)

No PTS são definidas quais são as intervenções terapêuticas que devem fazer parte do tratamento, como atividades individuais ou em grupo e necessidades específicas e monitoramento do desenvolvimento do tratamento.

5. Conscientização

Durante o processo, o autoconhecimento é trabalhado no paciente, para que ele compreenda sua condição, limites e tendências em relação ao consumo de substâncias.

7. Acompanhamento multidisciplinar

Durante o tratamento, o paciente é acompanhado por uma equipe multidisciplinar e tem seu caso gerenciado e trabalhado por todos os profissionais para a recuperação do paciente.

Ele tem seu dia preenchido com atividades individuais e em grupo e passam por cuidados com a saúde física e mental.

8. Ressocialização

A última fase é a ressocialização, quando é trabalhado no paciente a reintegração e convívio social, para retomar o convívio da família e vida em comunidade.

Duração do tratamento

A média de duração do tratamento é de 90 a 180 dias, mas os profissionais definem de acordo com a situação do paciente, baseado na análise dos profissionais.

Qualquer um dos tratamentos é feito de forma humanizada, com a ajuda de profissionais qualificados e de pessoas que já sofreram com a dependência, mas hoje foram ressocializados e curados.

Quer falar com a gente sobre o tratamento para alguém que você ama? Clique aqui.  

Compartilhe esse post

Relacionados

Deixe seu cometário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece agora a mudança na sua vida

entre em contato com nossa equipe