Tenho um amigo dependente químico, como fazer para ajudá-lo?

por Tauama de Moraes
CRP 11 - 07100

A dependência química é um problema cada vez mais comum em nossa sociedade, afetando diversas famílias, independente de composição ou estrutura socioeconômica. Mesmo que os jovens e adolescentes estejam mais sujeitos a esse mal, pessoas de todas as idades podem facilmente se envolver com o universo das drogas.

E quando alguém próximo a você se torna um dependente químico, abusando de drogas ou de álcool, você deve estar preparado para ajudar em sua recuperação, devendo estudar e pesquisar sobre o assunto para saber como agir em cada situação.

E então, essa é a sua atual realidade? Você quer ou já quis ajudar um dependente químico, mas não sabe como? De logo, é importante falar que existem muitos equívocos sobre como ajudar uma pessoa viciada em drogas.

Para ajudar um dependente químico, é preciso entender que a dependência é algo bastante complexo e que cada substancia traz as suas peculiaridades e cuidados específicos. A luta dos adictos contra o vício certamente será árdua, mas a sua ajuda e apoio vão contribuir positivamente para libertação dos mesmos.

Continue conosco e aprenda dicas valiosas de como ajudar o seu amigo a libertar-se de uma vez por todas da dependência química.

ENTENDENDO A DEPENDÊNCIA QUÍMICA

A dependência química é uma condição física e psicológica causada pelo consumo constante de substâncias psicoativas. Devido a constante utilização desses tipos de drogas, o corpo humano torna-se cada vez mais dependente dos mesmo, tendo como consequência sintomas que afetam o sistema nervoso.

Desta forma, quando o indivíduo deixa de consumir, tem a sensação de abstinência, considerado um dos principais motivos que impedem o abandono das drogas por parte dos adictos.

Uma das áreas mais afetadas de um dependente químico é a psicológica, alterando bruscamente a sua maneira de viver e a sua interação com a sociedade.

A dependência química é considerada uma doença crônica, que é causada pela necessidade psicológica da pessoa de buscar o prazer e evitar sensações desagradáveis, causadas pela abstinência.

POR QUE UMA PESSOA USA DROGAS?

Muitos podem ser os motivos que levam uma pessoa a usar drogas. Normalmente, ela é oferecida pela primeira vez por um amigo ou é usada em algum ambiente que o futuro adicto passa a frequentar, depois de experimentá-la.

A maioria dos dependentes começam com a maconha e depois, em busca de efeitos mais fortes e duradouros, experimentam a cocaína e o crack.

É comum os mesmos relatarem que, durante o efeito do entorpecente, se sentem seguros, eufóricos e terem a sensação de que são capazes de fazer qualquer coisa, que antes tinham dificuldade ou que normalmente não faziam.

Porém, nenhuma das explicações científicas sobre a dependência é completa. O uso de drogas pode estar relacionado ao campo biológico, fazendo com que o usuário precise de seus estímulos fisicamente, mas também pode estar relacionado à dependência mental, que leva um dependente químico, teoricamente afastado do vício, a ter recaídas após muitos anos sem uso de drogas, voltando ao hábito em poucos dias depois de muita luta contra a dependência.

É importante ressaltar que, a dependência química pode afetar qualquer indivíduo, mesmo aqueles que não têm predisposição genética, ou que tenha poucos riscos relacionados ao ambiente, ou ainda pessoas que sempre se mostraram íntegras moralmente.

AJUDE-SE ANTES DE AJUDAR

Se você busca ajudar um amigo dependente químico, busque antes de mais nada, visitar grupos de apoio ou clinicas de reabilitação para conversar com especialistas. Procure informações com profissionais que entendam sua situação e possam dar as melhores diretrizes sobre como lidar com o dependente.

Buscando entender a dependência química, você consegue ter controle sobre o seu próprio comportamento, e desta forma, ajudar e se relacionar com uma pessoa que, evidentemente, está com sérios problemas.

NÃO CONFRONTE O DEPENDENTE QUÍMICO

De nada vai adiantar criar situações conflituosas, ameaçando, julgando ou discutindo com o adicto. O melhor que pode ser feito é ter uma conversa direta com o dependente, agindo de forma amigável e agradável, mostrando afetividade, tentando fazer com que o dependente entenda que deve se livrar do vício.

Sente-se com ele e mostre opções de clinicas de reabilitação e todos os benefícios que elas podem vir a oferecer quando trazem em seu corpo clinico uma equipe multidisciplinar preparada para ajudá-lo em todos os campos do tratamento, seja ele físico, psicológico ou nutricional.

Uma conversa bem franca mostra que você tem esperança na cura, deixando claro estar sempre disponível para prestar ajuda, desde que o dependente químico queira mudar.

ATITUDES A TOMAR COM UM DEPENDENTE QUÍMICO

Tome algumas atitudes concretas para lidar com um dependente químico, como por exemplo:

  • Não faça nada que a pessoa não possa ela mesma fazer;
  • Procure não socorrer um dependente químico de uma consequência natural de seus atos;
  • Não encubra os erros e não os salve de situações embaraçosas;
  • Não forneça dinheiro quando ele estiver em situação de crise financeira;
  • Não se sinta culpado pela situação em que um dependente está.

Essas atitudes servem para que você possa controlar os seus próprios sentimentos, buscando resolver o problema de uma maneira isenta.

ANTES DE QUALQUER COISA, SEJA AMIGO

Ajudar um amigo a vencer uma luta árdua como a dependência química é uma bela maneira de prestigiar uma amizade. Esteja presente quando ele precisar de você e ouça o que ele tem a dizer. Afinal de contas, por mais incompreensível que seja, existem razões para que ele abuse das drogas. Escutá-lo pode permitir que ele expresse pensamentos e sentimentos que podem ajudá-lo a entender a causa do vício.

Além disso, seja respeitoso, leal e confiável. Expressar sentimentos estando em uma situação de vulnerabilidade é algo bastante difícil, e se ele o escolheu como ouvinte, é porque verdadeiramente deposita um grau de confiança bastante elevado em você.

Ajudar uma pessoa com dependência química pode demorar e ser a coisa mais difícil que você fará em sua vida, mas será a mais gratificante.

Gostou do conteúdo? Tem alguma dúvida ou sugestão? Assine a nossa lista ou faça um comentário abaixo. Não esqueça de curtir nossa página no Facebook e Instagram.

Compartilhe esse post

Relacionados

Deixe seu cometário

4 respostas para “Tenho um amigo dependente químico, como fazer para ajudá-lo?”

  1. Avatar Priscila disse:

    Queria ajudar uma pessoa muito especial mais n sei como

  2. Avatar TANIA HELENA DOS SANTOS disse:

    Olá, meu namorado foi mandando embora do serviço e ficou em depressão e teve uma recaída na cocaína.
    Ele mesmo me contou. E disse que não vai mais usar. Mas aí ele some fica 2 3 dias sem ligar o celular e falar comigo. NAO sei oque fazer da ajudar ele .
    Já conversamos ele promete que não vai mais usar .
    Mas sempre que some tenho certeza que está usando.
    Como posso ajudar ele.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Olá, minha amiga! Realmente é uma situação complexa, mas sugiro que você tenha uma conversa franca sobre como se sente em relação à situação dele. Avise a família dele sobre o que está acontecendo.
      Busque dar apoio, procure ficar bem, pois assim você o ajudará da melhor forma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Avatar Priscila disse:

    Queria ajudar uma pessoa muito especial mais n sei como

  • Avatar TANIA HELENA DOS SANTOS disse:

    Olá, meu namorado foi mandando embora do serviço e ficou em depressão e teve uma recaída na cocaína.
    Ele mesmo me contou. E disse que não vai mais usar. Mas aí ele some fica 2 3 dias sem ligar o celular e falar comigo. NAO sei oque fazer da ajudar ele .
    Já conversamos ele promete que não vai mais usar .
    Mas sempre que some tenho certeza que está usando.
    Como posso ajudar ele.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Olá, minha amiga! Realmente é uma situação complexa, mas sugiro que você tenha uma conversa franca sobre como se sente em relação à situação dele. Avise a família dele sobre o que está acontecendo.
      Busque dar apoio, procure ficar bem, pois assim você o ajudará da melhor forma.

  • Comece agora a mudança na sua vida

    entre em contato com nossa equipe