Por que as pessoas usam drogas? Já parou para pensar?

por Tauama de Moraes
CRP 11 - 07100

Se você já se perguntou por que as pessoas usam drogas e até mesmo as julga, esse post foi feito para você. Aqui você vai entender todos os conceitos, incluindo o que são drogas, porque as pessoas experimentam e por que é tão difícil largar.

O que são as drogas?

Para entender por que as pessoas usam, antes é importante entender o que é considerado droga. Drogas são todas as substâncias capazes de causar alterações no corpo, mente e comportamento por causa das modificações que fazem nos processos bioquímicos do nosso organismo.

Embora sempre pensemos que as drogas são aquelas substâncias pesadas, por exemplo, o crack ou cocaína e que são ilícitas e proibidas, na verdade, existem muitas drogas de venda livre, inclusive, medicamentos do nosso dia a dia. Afinal, esses medicamentos são capazes de causar alterações no nosso organismo, que pode ser aliviar uma dor de cabeça, por exemplo.

Porém, existem outras drogas lícitas amplamente comercializadas, capazes de causar dependência química, por exemplo:

  • Álcool;
  • Nicotina;
  • Opioides;
  • Inalantes e solventes;
  • Ansiolíticos e;
  • Antidepressivos.

Algumas dessas drogas são vendidas em mercearias e supermercados, algumas em depósitos de construção e outras em farmácias com receita, porém, são consideradas lícitas.

Por que as pessoas usam drogas?

Existem algumas razoes, que listamos aqui, para que as pessoas iniciem o uso das drogas.

Seria por falta de princípios morais?

Muitas pessoas acreditam que o ato de experimentar e se tornar um viciado em drogas é causado principalmente pela falta de princípios morais e de força de vontade, mas não é bem assim.

Para quem é usuário, o uso de drogas, simplesmente, não passa de uma maneira de alterar a consciência e sentir prazer, seja ficando em alerta, ficando muito relaxado ou alterando a realidade.

Além disso, com o passar do tempo, não existirá mais a opção de usar ou não, pois a droga passa a ser uma necessidade, tanto quanto comer ou tomar banho.

Como funciona a dependência química?

É preciso saber separar o uso da dependência.

A dependência é uma doença crônica, que tem como maior característica a busca compulsiva pelo consumo e a dificuldade de controlar o desejo, mesmo com consciência sobre as consequências. 

Já o uso é o ato de consumir para sentir os efeitos da droga, porém consegue controlar, sem afetar os relacionamentos e sem a vontade frequente de usar. 

O que leva alguém a usar drogas?

Diversos fatores podem levar ao consumo de drogas. Para a maioria das pessoas é uma decisão voluntária, no entanto, o consumo repetitivo pode levar a variações cerebrais que dificultam o autocontrole e a capacidade de resistir aos impulsos, que são muito intensos.

O vício é considerado um transtorno mental, justamente por causar essas mudanças nos circuitos cerebrais do sistema de recompensa, no autocontrole e no estresse.

Essas mudanças acabam perdurando, mesmo muito tempo depois de parar com o uso. Por isso é um distúrbio crônico recorrente.

Para se ter uma ideia, a dependência pode ser muito parecida com outras doenças, por exemplo as cardíacas. Isso porque as duas, dependência e doença cardíaca, alteram o funcionamento de um órgão do corpo humano.

As duas podem trazer sérias consequências prejudiciais à saúde, assim como, podem ser evitadas e tratadas. Ambas podem durar por toda uma vida e levar à morte.

Mas por que experimentar drogas se todo mundo sabe pode ser um caminho sem volta?

Existem alguns fatores que contribuem para o início o consumo de drogas. Fatores ambientais, familiares e psicológicos.

Dentre esses fatores estão:

  • Amigos usuários;
  • Ambiente de pobreza;
  • Facilidade de comprar;
  • Rejeição por parte dos pais;
  • Pais usuários de drogas ou que infringem a lei;
  • Começar a beber e a fumar precocemente;
  • Depressão;
  • Hiperatividade e impulsividade;
  • Agressividade;
  • Ser anti-social.

Outras razões para que as pessoas experimentem drogas são:

1. Para se sentir confiante ou relaxado

As drogas podem causar sentimentos intensos de prazer, há uma euforia no início que é seguida por efeitos que dependem da droga utilizada.

No caso da cocaína, por exemplo, após o consumo, a droga costuma causar uma sensação de poder, energia e autoconfiança. Já a heroína, depois do consumo causa sensação de satisfação e relaxamento.

2. Acreditam que a droga ajudará a lidar com circunstâncias ou sentimentos difíceis

Usar drogas pode parecer uma solução para sentir-se melhor e menos ansioso, para quem sofre de ansiedade social, depressão e estresse, por exemplo.

O estresse tem forte influência para o início do uso de drogas, como também para a recaída, no caso, para pessoas que estão se recuperando do vício.

3. Automedicar-se

Muitas pessoas consomem drogas para melhorar o rendimento e o foco, seja no estudo, trabalho, esportes ou acreditando que podem melhorar suas habilidades, de forma geral.

4. Para se encaixar em um grupo de pessoas que consomem

Esse é um perigo ainda maior para adolescentes, porque existe uma maior pressão em seu meio social, assim como nesse período estão mais propensos a agir sem avaliar as consequências.

É importante salientar que muitas pessoas usam drogas e não se tornam dependentes, no entanto, ao pensar isso você corre grandes riscos.

Em sua maioria, as pessoas usam drogas para fugir da sua realidade, acreditando que a droga trará apenas as boas sensações e que serão imunes aos seus efeitos.

Há também o fator genético, que corresponde a 50% do risco de uma pessoa se tornar dependente. 

A etnia, presença de outros transtornos mentais e o gênero também influenciam no risco de uso e dependência.

Por que é tão difícil parar de usar drogas?

Você já sabe como funciona a dependência química, mas também é importante saber por que pode ser tão difícil parar de usar drogas.

Infelizmente, parar de usar substancias psicoativas é algo muito complicado. Isso acontece porque não é simplesmente querer, pois, na verdade, as drogas são capazes de alterar a química do cérebro de uma forma tão intensa e poderosa, que pode ser necessária uma força sobre-humana para conseguir parar, principalmente sozinho.

Entenda o que a droga faz no cérebro

O cérebro é um dos órgãos mais importantes do corpo humano, pois, controla todas as nossas ações, funções e emoções, agindo como um grande computador que recebe e processa todos os dados e estímulos.

As substâncias químicas agem no Sistema Nervoso Central do nosso cérebro, que é um sistema quase tão antigo quanto a humanidade, responsável por receber e processar as informações.

As drogas agem diretamente nesse sistema, no entanto, podemos classificá-las em três categorias, justamente, conforme a maneira que agem nele. 

As classificações são: depressoras, estimulantes e perturbadoras.

Drogas depressoras

As drogas depressoras são aquelas que diminuem as atividades do cérebro, deixando o mais lento, desligado e insensível a estímulos. Algumas drogas depressoras, por exemplo, são:

  • Bebidas alcoólicas;
  • Antidepressivos;
  • Soníferos;
  • Inalantes.

Drogas estimulantes

As drogas estimulantes causam o contrário das depressoras, aumentando a atividade do órgão. O usuário fica em alerta, com disposição e sensação de resistência. Algumas drogas estimulantes, por exemplo, são:

  • Cocaína;
  • Crack;
  • Cafeína;
  • Nicotina;
  • Merla.

Drogas perturbadoras

As drogas perturbadoras são aquelas que causam distorção nas atividades cerebrais. Os principais efeitos são a distorção do tempo, espaço e realidade em geral, podendo causar alucinações e confundir os cinco sentidos. Algumas drogas perturbadoras, por exemplo, são:

  • Maconha;
  • Ecstase;
  • LSD.

Elas são viciantes por causa do sistema nervoso central

As drogas são difíceis de largar porque viciam, ou seja, tornam as pessoas dependentes de seus efeitos. Como você já sabe, as drogas agem diretamente no sistema nervoso central, o sistema responsável por receber e processar as informações.

Desta forma, sempre que esse sistema recebe os estímulos da droga, causa um enorme prazer. No entanto, logo logo vai querer novamente. Então, a pessoa passa a pensar bastante na droga e acaba consumindo de novo e de novo.

O problema é que quando começa a consumir uma droga com frequência, o sistema fica mais insensível a ela, ou seja, não vai causar o mesmo efeito que causou na primeira vez. Isso faz com que o usuário consuma com uma frequência maior ou numa quantidade maior para recuperar as primeiras sensações.

Então, nesse momento já são dependentes.

Consumo de drogas no mundo

Vamos conversar um pouco sobre como anda o consumo de drogas no mundo.

A UNODOC (United Nations Office on Drugs and Crime) relatou em 2018, que houve um aumento considerável no uso de opioides, abuso de medicamentos sob prescrição e ainda um nível recorde de consumo de cocaína.

Agora em 2020, com a pandemia do coronavirus, os opioides continuam sendo a droga mais nociva, principalmente devido ao número de mortes associadas ao uso desses medicamentos. as mortes por transtorno de uso desses medicamentos teve aumento de 71%, no geral, no entanto, aumentou 92% em mulheres e 63% entre os homens. 

Dados preocupantes no relatório mundial

Hoje, a cocaína e a heroína coexistem com as substâncias psicoativas e medicamentos sob prescrição.

No relatório, pesquisas sugerem que a adolescência precoce e tardia, entre 12-14 e 15-17 anos, respectivamente, são um período de risco para o início do uso de substâncias. O pico entre os jovens, está entre 18 e 25 anos.

Outro dado preocupante é de que o uso de drogas por pessoas mais velhas, com quarenta anos ou mais, vem aumentando em ritmo mais rápido do que entre os mais jovens.

Para ver os efeitos da droga, acesse esse post.

Se a pessoa se sente bem, por que faz mal?

O problema do uso contínuo de drogas é a alteração na química do cérebro. Com o passar do tempo, a necessidade pela droga passa a sobrepor todas as outras necessidades, incluindo comer, beber e dormir.

Normalmente, a dependência tem mais problemas de saúde associados, como doenças pulmonares, cânceres, problemas de saúde mental e doenças cardíaca.

A longo prazo, existem outras condições. Como os opióides, que podem levar à morte por overdose e inalantes destroem as células nervosas na medula espinhal ou no cérebro.

As drogas coexistem com as doenças mentais, muitas vezes doenças como depressão, ansiedade e esquizofrenia podem vir antes ou serem desencadeadas e pioradas pelo uso de drogas, principalmente em pessoas vulneráveis.

Como se tratar do vício de drogas?

A dependência química, infelizmente, não é uma doença que possua uma cura, porém, possui tratamento para iniciar uma jornada de resistência ao uso. Hoje, aqui na Casa Despertar, classificamos o tratamento em três fases: leve, moderado e grave.

Os tratamentos são classificados de acordo com o vício.

Leve

Por exemplo, se a pessoa ainda consegue viver sua rotina de trabalho ou familiar, sem que a droga cause problemas, ela pode passar pelo tratamento leve, com acompanhamento terapêutico e sem internação.

Moderado

Quando o padrão de convivência em família é alterado, assim como os relacionamentos, a disciplina e o crescimento profissional, o tratamento indicado pode ser o moderado, onde pode ser necessária a internação.

Grave

Já quando a pessoa está totalmente dependente das drogas e não consegue mais discernir seus atos, compromete sua saúde física e mental, assim como, das pessoas próximas, o tratamento indicado pode ser para casos graves com internação voluntaria ou involuntária

No entanto, ressaltamos que tratamos cada caso especificamente, iniciando com o profissional ouvindo a situação e descobrindo os hábitos do vício. Por isso, é preciso nos consultar para entender melhor.

O uso de drogas traz consequências para os usuários e para as pessoas ao redor. Porém, quem experimenta nem sempre têm noção das consequências que isso trará a curso e a longo prazo. Se você tem um parente ou um amigo dependente, conte conosco para ajudar. Atendemos a diversos planos de saúde, acesse aqui.

Compartilhe esse post

Relacionados

Deixe seu cometário

12 respostas para “Por que as pessoas usam drogas? Já parou para pensar?”

  1. Avatar Antônio disse:

    Muito bom conteúdo. Nos tira algumas dúvidas e nos abre pra novos entendimentos. Não sou usuário de drogas, mais adquirindo novos conhecimentos talvez possa ajudar alguém.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Obrigado, Antônio! Esse é o pensamento! As pessoas precisam de ajuda e é importante entender para não jugarmos e auxiliar quando precisar. Grande abraço!

  2. Avatar Gardênia disse:

    Namoro com um homem que consome drogas com certa irregularidade. Ele passou de maconha pra LSD e agora está experimentando chá de cogumelo. Meu namorado só faz amizades com dependentes. Tenho medo de que ele perca o controle. Eu aviso, mas ele não me escuta. A família dele não sabe. Ainda sim, tenho muito medo de ele deixe de viver por causa da droga, e passe a viver pela droga. O que faço para alerta-lo? Eu converso, mas ele vem com o discurso de que sabe o que está fazendo, que estudou sobre os efeitos daquela droga, e de que eu estou do lado, de um lado que não o entende. Pq para a ele, as drogas não são os vilões da história.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      OLá, Gardênia!
      Pelo que entendi, sua atitude de esclarecer e falar sobre o malefício do uso e abuso drogas (diálogo) é uma excelente abordagem.
      O autoengâno e o não reconhecimentos dos malefícios causados pelo uso e abuso de drogas é comum entre os usuários e dependentes.

  3. Avatar Kelson Sant'Ana disse:

    Eu tenho um certo controle. Mas preciso de ajuda.Quero me livrar do uso das drogas e ajudar pessoas que passam pelo que eu passo. Não dá para explicar esta desgraça,que é conviver com esta maldição.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Ola, Kelson! A dependência química é uma doença progressiva e incurável. A melhor forma de enfrentá-la é não usando. Se você consegue ficar um dia sem usar drogas já é uma vitória, mantenha o foco e a sua determinação em viver sem elas e você vencerá, um dia de cada vez!

  4. Avatar Augusto disse:

    Trabalho na área da dependência química desde 2014,dentre os fatores que levam uma pessoa a começar a usar drogas,identifiquei a rejeição dos pais o fator mais predominante seguido da falta de aceitação da posição social !

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Olá, Augusto! Por se tratar de uma doença multifatorial, podem existir diversos fatores sociais, familiares e/ou genéticos. Se faz necessário conhecer a história do paciente para podemos ter uma hipótese sobre o que poderia ter levado ao uso de drogas. Lembrando que além de descobrirmos cmo se iniciou é muito importante entender como fazer para ajudar a não ter mais recaídas.

  5. Avatar Maria Rosinete disse:

    Vocês contratam assistentes sociais? Estou me formando agora e fiz meu estágio em uma ONG de recuperação,confesso que foi uma oportunidade única de conhecer a área que sempre quis trabalhar.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Olá, Rosinete! Nesse momento estamos com nosso quadro completo. Que bom que você gostou de trabalhar na área, ajudar pessoas com dependência é uma linda missão.

  6. Avatar Silvana Suarez disse:

    Grata pela atenção.
    Muito esclarecedor.
    Estamos iniciando esse caminho no tratamento de nossa filha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Avatar Antônio disse:

    Muito bom conteúdo. Nos tira algumas dúvidas e nos abre pra novos entendimentos. Não sou usuário de drogas, mais adquirindo novos conhecimentos talvez possa ajudar alguém.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Obrigado, Antônio! Esse é o pensamento! As pessoas precisam de ajuda e é importante entender para não jugarmos e auxiliar quando precisar. Grande abraço!

  • Avatar Gardênia disse:

    Namoro com um homem que consome drogas com certa irregularidade. Ele passou de maconha pra LSD e agora está experimentando chá de cogumelo. Meu namorado só faz amizades com dependentes. Tenho medo de que ele perca o controle. Eu aviso, mas ele não me escuta. A família dele não sabe. Ainda sim, tenho muito medo de ele deixe de viver por causa da droga, e passe a viver pela droga. O que faço para alerta-lo? Eu converso, mas ele vem com o discurso de que sabe o que está fazendo, que estudou sobre os efeitos daquela droga, e de que eu estou do lado, de um lado que não o entende. Pq para a ele, as drogas não são os vilões da história.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      OLá, Gardênia!
      Pelo que entendi, sua atitude de esclarecer e falar sobre o malefício do uso e abuso drogas (diálogo) é uma excelente abordagem.
      O autoengâno e o não reconhecimentos dos malefícios causados pelo uso e abuso de drogas é comum entre os usuários e dependentes.

  • Avatar Kelson Sant'Ana disse:

    Eu tenho um certo controle. Mas preciso de ajuda.Quero me livrar do uso das drogas e ajudar pessoas que passam pelo que eu passo. Não dá para explicar esta desgraça,que é conviver com esta maldição.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Ola, Kelson! A dependência química é uma doença progressiva e incurável. A melhor forma de enfrentá-la é não usando. Se você consegue ficar um dia sem usar drogas já é uma vitória, mantenha o foco e a sua determinação em viver sem elas e você vencerá, um dia de cada vez!

  • Avatar Augusto disse:

    Trabalho na área da dependência química desde 2014,dentre os fatores que levam uma pessoa a começar a usar drogas,identifiquei a rejeição dos pais o fator mais predominante seguido da falta de aceitação da posição social !

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Olá, Augusto! Por se tratar de uma doença multifatorial, podem existir diversos fatores sociais, familiares e/ou genéticos. Se faz necessário conhecer a história do paciente para podemos ter uma hipótese sobre o que poderia ter levado ao uso de drogas. Lembrando que além de descobrirmos cmo se iniciou é muito importante entender como fazer para ajudar a não ter mais recaídas.

  • Avatar Maria Rosinete disse:

    Vocês contratam assistentes sociais? Estou me formando agora e fiz meu estágio em uma ONG de recuperação,confesso que foi uma oportunidade única de conhecer a área que sempre quis trabalhar.

    • Avatar Tauama de Moraes disse:

      Olá, Rosinete! Nesse momento estamos com nosso quadro completo. Que bom que você gostou de trabalhar na área, ajudar pessoas com dependência é uma linda missão.

  • Avatar Silvana Suarez disse:

    Grata pela atenção.
    Muito esclarecedor.
    Estamos iniciando esse caminho no tratamento de nossa filha.

  • Comece agora a mudança na sua vida

    entre em contato com nossa equipe