Mês da conscientização das drogas: como vencer o vício?

por Tauama de Moraes
CRP 11 - 07100

No dia 26 de junho comemoramos o dia internacional contra o abuso de drogas e o tráfico de ilícitos. Por isso, este mês vamos trabalhar o tema e de início decidimos conversar com você, adicto, que quer muito vencer o vício das drogas.  Saiba que existe uma saída.

Por que as pessoas usam drogas?

Muitas das pessoas que estão de fora e não são ou não possuem alguém na família e/ou amigos que usam drogas criticam, excluem e até mesmo tem preconceito para quem é usuário.

Principalmente porque não entendem que mesmo que todos os dias existam reportagens e notícias a respeito dos efeitos e o que as drogas causam nas pessoas e nas famílias alguns indivíduos ainda passem a usar e a se viciar.

Muitas dessas pessoas que julgam acreditam que alguém passa a usar drogas por falta de força de vontade ou de princípios morais e que não param de usar simplesmente porque não querem.

Mas não funciona assim.

A dependência química vai muito além disso, sendo uma doença muito complexa e simplesmente desistir não é apenas uma questão de boa vontade, força e boa intenção.

Isso porque as drogas têm o poder de mudar o cérebro de tal forma que faz com que parar de usá-las seja um grande esforço, mesmo que você já tenha tomado essa importante decisão.

Quando posso me considerar um viciado?

Outra dúvida bastante comum ou até pode não ser uma dúvida e sim uma falta de auto afirmação é saber quando se julgar um viciado.

Por exemplo:

Eu só uso uma vez por dia, então não sou um viciado.

Eu ainda consigo trabalhar e cuidar da minha família, por isso, não sou um viciado.

Com certeza muitas pessoas repetem frases como essas todos os dias, no entanto, enganar a si mesmo não é uma resposta.

Entenda quando considerar vício:

A dependência é uma doença crônica, que se caracteriza pela constante busca pela droga de forma compulsiva, sendo difícil de controlar, mesmo que o indivíduo compreenda que há consequências prejudiciais.

Experimentar drogas normalmente é uma decisão voluntária, no entanto, o uso repetitivo dessas drogas pode acabar levando a alterações cerebrais que dificultam a capacidade de resistência aos impulsos, que são intensos, e com a capacidade menor de resistência causada pelos efeitos da doença, ela é considerada recorrente.

Então, pode se considerar dependente quando a vontade de consumir drogas for incontrolável ou atrapalhar suas atividades do dia a dia, por exemplo. Mas é ideal consultar um especialista para constatar.

Responda para si essas perguntas:

Você pensa muito na droga?

Já pensou em parar e tentou, mas no final do dia pensou: eu vou usar, afinal, eu posso parar quando quiser.

Já saiu e pensou que não poderia se divertir sem o uso das drogas?

Sinceramente, pensar em ficar sem drogas te assusta?

As drogas já prejudicaram seu relacionamento com alguém?

Se a resposta foi positiva para a maioria das perguntas, você pode ser dependente.

Mas não se preocupe, pessoas de todas as idades, classes e etnias podem se tornar dependentes.

É possível vencer o vício?

Antes de tudo, saiba que se você reconheceu como vício e que precisa de mudança já é um vencedor. Pois esse é um grande passo e uma grande dificuldade para muitos dependentes.

É muito comum se sentir com medo e inseguro, além de passar por diversos conflitos internos sobre desistir da sua droga. Mas é possível!

Tratamentos

Para o tratamento é preciso saber de algumas coisas.

Os tratamentos não são todos iguais

Os tratamentos são personalizados, levando em consideração qual a droga usada e se é uma droga ilegal ou prescrita, por exemplo.

Por isso, obter a ajuda de especialistas é essencial para o tratamento ser bem-sucedido.

O tratamento vai além das drogas

Como a dependência afeta tudo ao redor, como família, amigos, relacionamentos, carreira profissional, bem-estar e saúde, o tratamento aborda as razões para o início do uso das drogas em primeiro lugar.

Por exemplo, o uso das drogas pode ter sido instigado por causa de uma dor, um estresse ou um acontecimento específico.

Por isso, existe a necessidade de um novo modo de viver para o sucesso do tratamento.

Acompanhamento e compromisso

O tratamento da dependência não se trata de um processo fácil ou rápido, de maneira geral, quanto mais tempo e intenso o consumo de drogas, mais difícil será de se recuperar.

Por isso, precisa de um acompanhamento intenso e de longo prazo.

Não pode ser sozinho

O tratamento necessita de grande ajuda de familiares, amigos e de profissionais.

O cuidado que você precisa vai depender de um grupo de fatores e variedades, incluindo histórico de uso, condições psiquiátricas e médicas e sua idade.

Família e amigos

A recuperação também depende do apoio de familiares e amigos.

Se você decepcionou pessoas e por isso teme pedir ajuda, considere terapia familiar ou aconselhamento, pois esse apoio é de valor inestimável para a sua recuperação.

Pense em como eles estariam felizes em ajudá-lo a ser uma pessoa melhor e a ter você de volta finalmente.

Você precisa de ajuda profissional

Como falamos anteriormente, o tratamento depende de diversos fatores, como também precisam ser analisadas as possibilidades de tratamento para algumas variáveis.

Por isso, para um tratamento mais eficiente, busque ajuda profissional. O tratamento para o vício de drogas deve ser contínuo, pois é muito comum haver recaídas.

E assim como outras doenças crônicas, o tratamento deve ser ajustado conforme o paciente responda a ele.

Fique sob controle

É necessário ficar longe do que instiga o seu uso de drogas.

Por exemplo, ficar longe das pessoas que utilizam, evitar os lugares em que você consumia e ficar atento ao uso de medicamentos que possam substituir o vício.  

Vença seus desafios

Lembre-se sempre que a droga não te faz uma pessoa melhor.

Tente pensar nas coisas ruins que ela causou na sua vida e não apenas nas sensações que te fez sentir.

Fale com familiares e amigos quando sentir vontade de consumir para que eles possam te ajudar.

Busque outras atividades que te tragam prazer, como um esporte, um novo hobby, algo que ocupe sua mente.

Espero que tenhamos te ajudado, amigo! Saiba que nós da Casa Despertar desejamos de todo coração que você consiga superar. Para uma ajuda de profissionais capacitados e especializados, fale conosco.

Compartilhe esse post

Relacionados

Deixe seu cometário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece agora a mudança na sua vida

entre em contato com nossa equipe
WhatsApp chat