5 Filmes para dependentes químicos e a família assistirem [parte 2]

por Tauama de Moraes
CRP 11 - 07100

A parte dois da nossa lista de filmes para dependentes químicos e a família, traz 5 histórias incríveis, que misturam ficção e realidade. Acompanhe e assista a todos para entender melhor as diversas relações com o vício e as perdas muitas vezes irreparáveis.

Eu, Christiane F, 13 anos, drogada e prostituída, 1981

Christiane F já começa polemico pelo nome, principalmente se você fizer as contas e perceber que ele foi lançado há 40 anos. Embora seja um dos filmes mais antigos da nossa lista, nós indicamos devido à importância de entender como muitas vezes o vício acontece na adolescência

O filme é baseado no livro de mesmo nome, que conta uma história real, que se passa nos anos 70. A história é a de Christiane, uma adolescente de 12 anos de Berlin, que entra no mundo das drogas. 

Ela passava por problemas em casa e, assim como muitos jovens, buscava se encaixar em um grupo, por isso queria muito ir a uma boate chamada Sound e lá ela conheceu amigos que mudariam para sempre o seu destino.

Christiane começa então a usar drogas e o filme mostra sua caída, desde o seu primeiro uso, que na realidade começou com haxixe, mas no filme com inalação de heroína que logo avança para a injeção, após isso, ela passa a se prostituir para manter seu vício.

O filme é forte, denso e escuro. Não há uma veia cômica ou humor no filme, só uma imagem muito real do que pode acontecer com jovens que passam a usar drogas, uma realidade muito cruel, pois o espectador vê o acontece e não apenas ouve falar.

Confira o trailer:

Amy, 2015

Esse filme documentário trata da história real de Amy Winehouse, uma grande artista, com voz incomparável, mas que provavelmente muitos jovens nunca terão o prazer de ouvir.

O filme traz diversos depoimentos de pessoas que eram próximas à cantora, como pais, ex-marido, namorados, amigos e produtores, além de momentos como a cantora mostrando seu talento logo cedo aos 14 anos.

O foco do filme é mostrar a carreira e os momentos de crise que Amy vivia, mas principalmente, mostrar momentos e situações críticas que funcionam como indicação de causas para terminar em tragédia.

Muitos artistas tiveram um final triste como Amy com participação das drogas, por exemplo, Heath Ledger, Marilyn Monroe, Jimi Hendrix e Whitney Houston.

Confira o trailer:

Rocketman, 2019

Rocketman é um filme que retrata um pouco da vida do artista mundialmente famoso, Elton John. O filme não tem caráter documental, pois conta como o cantor lembrava dos acontecimentos e não necessariamente como realmente aconteceram.

Na história, o cantor participa de uma seção de terapia em grupo de dependentes, na qual relembra sua infância, seus pais, a música, como descobriu a homossexualidade e sua relação com as drogas, enquanto suas músicas funcionam como palco de sentimentos.

Conseguimos acompanhar o melhor e o pior lado dele, incluindo as crises com as drogas e relacionamentos, como uma grande montanha-russa.

Também vemos como a decisão de Elton e a terapia foram muito importantes para um final feliz dessa história que conhecemos.

Confira o trailer:

O Clube De Compras Dallas, 2014

Um grande filme, baseado numa história real. Além de falar de drogas, o filme traz contextos importantes sobre homossexualidade, preconceito e principalmente sobre a AIDS.

A história contada é a de Ron Woodroof, um eletricista cowboy que dava golpes como podia e tinha uma vida de risco, fazendo sexo sem proteção e compartilhando seringas com drogas. 

Ele então começa a adoecer e ficar fraco e decide ir ao médico, que lhe dá a notícia de que está com HIV e que tem apenas poucos dias de vida. Ron, homofônico e machista, não aceita seu diagnóstico, principalmente, porque a falta de conhecimento da doença na época, tinha a AIDS como uma doença de homossexuais. 

Desamparado pelo governo e sem ajuda para tratar a doença, Ron tem acesso a um coquetel de medicamentos e logo após começar a se tratar com eles, começa a importar os medicamentos ainda não aprovados pelo seu país e vender clandestinamente.

O Clube de Compras Dallas então se inicia com Ron vendendo esses medicamentos para outras pessoas com a doença. Embora traga assuntos tão pesados, o filme trata a doença com certa leveza, principalmente quando conhecemos Rayon, um transexual soropositivo, que se torna um grande amigo e parceiro de Ron.

Além da história do personagem principal, também podemos ver a relação de Rayon com as drogas, que acelera seus sintomas com a doença e nos faz tristemente nos despedir desse personagem ao longo do filme.

Confira o trailer:

Nasce uma estrela, 2018

Assim como outros filmes da nossa lista, esse também pode arrancar muitas lagrimas. Ele é o quarto remake da história, trazendo dessa vez Bradley Cooper e Lady Gaga.

Esse filme conta a história de uma garçonete que conhece um famoso cantor, que é dependente químico, enquanto se apresenta em um clube. Jackson vive uma carreira decadente, mas descobre que Ally, além de boa cantora, é compositora e logo investe na carreira dela.

Então os dois embarcam numa aventura, com a parceria musical, o estrelato de Ally, a decadência de Jackson e seu relacionamento com as drogas.

Ao longo do filme, descobrimos que a mãe de Jack faleceu muito cedo e então ele foi criado por um pai alcoólatra, que influenciou muito em seu relacionamento com a bebida, cocaína e pilulas, e dependia também de seu irmão mais velho e responsável.

O amor de Jack por Ally é incontestável, mas em alguns momentos vemos ele sucumbir ao vício e ir ao fundo do poço. A situação se agravar cada vez mais, até que é convencido a fazer o tratamento em uma clínica de reabilitação para dependentes químicos.

Após isso, Jack tenta manter-se longe das drogas, mas sente-se mal por atrapalhar a vida da mulher, principalmente porque seu ex produtor e produtor de Ally tem uma conversa com ele. Jack volta a consumir pílulas e o final nós não contaremos.

Confira o trailer:

Vale muito a pena assistir a todos esses filmes, muitos deles trazem o contexto da música, no entanto, pode acontecer com diversas pessoas e realidades, afinal, o talento deles é a música, mas muitos outros talentos são desperdiçados com o uso de drogas.  

Confira a parte 1 nossa lista com mais 5 Filmes para dependentes químicos e a família assistirem.

Compartilhe esse post

Relacionados

Deixe seu cometário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece agora a mudança na sua vida

entre em contato com nossa equipe