A importância das atividades terapêuticas durante o tratamento

por Tauama de Moraes
CRP 11 - 07100

Sabe aqueles dias que você se sente sozinho e abandonado por todos os outros seres humanos da terra? É muito ruim, não é mesmo? Seria muito bom se você tivesse alguém ao seu lado para apenas segurar a sua mão, te dar um abraço apertado e dizer: VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO! EU POSSO TE AJUDAR! VEM COMIGO!

Pra quem está vivendo a dependência química tudo é ainda mais difícil, porque além das barreiras psíquicas, ela tem que lidar com o preconceito das pessoas que não entendem que tudo se trata de uma doença.

É nesse momento que as atividades terapêuticas oferecidas durante o tratamento, através de atividades físicas e sociais, além de trabalharem a conscientização, também possibilitam que o mesmo cuide do seu eu físico e emocional.

Na postagem de hoje, falaremos um pouco da imensidão de benefícios que as atividades terapêuticas proporcionam para aqueles que estão passando por tratamento devido ao uso de drogas e álcool.

O que são as atividades terapêuticas?

Podemos apresentar o conceito e os objetivos das atividades terapêuticas como sendo as atividades individuais ou grupais de socialização e expressão que visam à integração social dos dependentes químicos.

Essas atividades têm como objetivos, inserir socialmente indivíduos segregados e ociosos, e desta forma, recuperá-los enquanto cidadãos, por meio de ações que fundamentalmente através da inserção do adicto em atividades sociais, da sociabilidade através das palestras de conscientização, reuniões de sentimento, reuniões de espiritualidade esportes e lazer, dentre tantas urras.

Qual o papel das atividades terapêuticas no tratamento da dependência química?

As atividades desenvolvidas durante o tratamento, exercem um papel fundamental no projeto terapêutico, por meio de diversas ações que visam dar autonomia e qualidade de vida ao adicto, respeitando a sua singularidade em um processo que resgata a cidadania da pessoa com sofrimento mental, através de palestras e atividades criativas, assim como também inserindo o esporte em suas vidas.

Por isso, elas vêm a ser uma das principais estratégias utilizadas no tratamento da dependência química e faz toda a diferença para oferecer uma recuperação mais rápida e com menos riscos de recaídas. Ou seja, elas são tão importantes quanto a medicação.

A equipe multidisciplinar como facilitadora das atividades terapêuticas

Sabemos que a abordagem multidisciplinar no tratamento de dependência química, possibilita autoconhecimento, elevação da autoestima, estímulo à percepção do meio afetivo que cerca o adicto e seu relacionamento com este meio. Assim é possível fazer com que o mesmo entenda o motivo do seu tratamento, criando um vínculo com a equipe que será utilizada como instrumento para o seu reestabelecimento social e familiar.

Por isso, as atividades terapêuticas são desenvolvidas usando por base a expertise e conhecimento dos profissionais que compõe a clínica de tratamento.

Na psicologia existem diversas técnicas diferentes que são utilizadas em tratamentos de saúde mental e emocional. Quando se fala em dependência química, a terapia psicológica tem diversas vertentes para trabalhar cada tipo de dependência de acordo com o perfil de cada paciente.

Com a assistência social, realizamos contato com os familiares, sendo o elo da família com a clínica, realizando atendimentos individuais, grupais e familiares, apoiando aos familiares e recebimento de cartas. Também faz parte do trabalho das assistentes sociais a organização e planejamento das visitas coletivas, assistidas e familiares.

A atividade física é uma aliada importante no tratamento de várias patologias, por efeitos diretos, como, por exemplo, a redução da gordura corporal e dos níveis de colesterol e a melhoria cardiorrespiratória, ou indiretos, como a melhoria na autoestima e na sensação de bem‐estar do dependente químico.

Desta forma, especificamente nos problemas de saúde relacionados ao uso de drogas, o exercício físico estimula a liberação de substâncias neurotróficas, propiciando a melhora funcional do sistema nervoso e até mesmo sensações de prazer e relaxamento, interferindo de maneira positiva no tratamento da dependência.

Nessas atividades, o exercício físico é proposto como protagonista no tratamento da dependência de drogas, complementando abordagens psicoterapêuticas e farmacológicas tradicionais.

É importante ressaltar que a atividade física proporciona redução das alterações neuroquímicas, do desejo e da compulsão pelo uso (fissura), dos distúrbios do humor e da cognição, bem como dos níveis de estresse e das dificuldades para relacionamento social e afetivo decorrentes do uso de drogas.

Com a participação dos grupos de aconselhamento e as reuniões de espiritualidade, o adicto consegue falar com pessoas que já passaram pelo mesmo vício, se reerguer e conhecer experiências semelhantes. Isso lhe ajuda a perceber que não se está sozinho e mostra possibilidades que talvez o mesmo não conhecesse.

Em determinados casos, alguns usuários podem manifestar efeitos como depressão ou ansiedade durante os processos de desintoxicação, um fator que pode desmotivá-los e, consequentemente, reduzir a efetividade do tratamento. Dessa forma, o objetivo dos grupos acima citados, tem o intuito de oferecer ajuda na identificação das causas das complicações psíquicas, justamente para aplicar os procedimentos adequados à recuperação do usuário.

Uma clínica comprometida com a qualidade, viabiliza atividades terapêuticas para a desintoxicação em conjunto ao aconselhamento para dependentes químicos, amplificando a eficácia da terapia.

A junção de todas as atividades expostas até aqui, servem e contribuem bastante para que os adictos reflitam sobre o estilo de vida que estavam tendo antes da dependência química. A maior intenção é mostrar que há a possibilidade de mudar de vida, desde que haja mudança nos hábitos.

Nós da CASA DESPERTAR, temos um sério comprometimento com o tratamento dos dependentes químicos que passam por nossa clínica.

Temos a premissa de que o tratamento não é apenas físico. Buscamos além de tudo, auxilia-los na administração de suas vidas após a desintoxicação, trabalhando o aspecto psicológico do recuperando, ensinando os mesmos a lidarem com conceitos morais, como família e relacionamentos e mostramos que é possível viver sem se autodestruir e se entender novamente com a sociedade.

E então, você já tinha conhecimento da importância das atividades terapêuticas durante o período de tratamento da dependência química? Nas nossas redes sociais: facebook.com/soudespertar e @soudespertar, você também pode ficar por dentro de muitas informações valiosas para ajudar o seu ente querido a libertar-se do vício das drogas.

Até a próxima e lembre-se que você sempre poderá contar com a gente.

Compartilhe esse post

Relacionados

Deixe seu cometário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece agora a mudança na sua vida

entre em contato com nossa equipe
WhatsApp chat